Decoração

Vastu Shastra- parte 1

Historinha introdutória: O Matsya Purana conta que Shiva lutava bravamente contra Andhakasura, um demônio, numa guerra que durou vários anos. Na batalha, Shiva começou a suar muito e uma gota do suor escorrido se seu rosto se transformou e um fantasma terrível, que devorou tudo ao seu redor, inclusive o corpo do demônio morto. Mas sua fome era tamanha que o fantasma pediu à Shiva que lhe desse a bênção para devorar os 3 mundos, o que o grande Deus imediatamente concedeu, deixando todos os semideuses horrorizados e temerosos. Eles então capturaram o fantasma, jogaram-no sobre a terra com o rosto voltado para o chão e puseram-se em cima dele, prendendo-o para sempre nessa posição, mas o fantasma rogava por comida, e sentido compaixão, os semideuses concederam-lhe as benção de receber oferendas das pessoas que o adorassem no momento de iniciar qualquer construção onde o solo fosse utilizado e o poder de atormentar aqueles que construíssem algo sem antes adorá-lo. O senhor Brahma batizou-o Vastu Purusha e desde então é praxe indiana entre todos que utilizam a terra para construir, antes adorá-lo e satisfazê-lo para obter êxito em suas moradas.

O Vastu Purusha, com a cabeça a Nordeste

O Vastu Purusha, com a cabeça a Nordeste (direção mais importante) e os pés a Sudeste, dentro da Vastu Mandala: um quadrado subdividido em 81 partes (9´9) ou 64 (8´8). Sobre esses quadrados, 45 semideuses estão dispostos (alguns ocupam mais de um quadrado), cada um controlando uma parte de seu corpo.


Lendas à parte, Vastu Shastra signnifica “A ciência da construção”, uma antiga doutrina nascida fora de uma visão tradicional de como as leis da natureza afetam habitações humanas.

Os desenhos baseiam-se em alinhamentos direcionados tanto em templos hindus como outras moradas, além de embarcações, veículos, móveis, pinturas, esculturas… mas a doutrina está preocupada principalmente com a arquitetura.

A escritura Vastu Shastra foi escrita apresentando os princípios para se construir sem desagradar o Vastu Purusha, o que só vai reverter a favor daquele que edifica:


“Uma casa adequadamente desenhada e agradável será a morada da boa saúde, riqueza, inteligência, boa progênie, paz e felicidade e redimirá seu dono de débitos e obrigações. Negligenciar os cânones da Arquitetura resultará em viagens desnecessárias, mal nome, perda da fama, lamentações e desapontamentos. Todas as casas, vilas, comunidades e cidades, portanto, deverão ser construídas de acordo com o Vastu Shastra. Trazido à luz em favor do universo inteiro, esse conhecimento é para a satisfação, melhoria e bem-estar generalizado de todos.”

Como o Feng Shui, O Vastru Shastra também nos dá a técnica e direciona como harmonizar ambientes, influenciando nossas relações, nossas rotinas e vidas, harmonizando também os elementos de dentro e fora do corpo. A diferença é que o Vastu Shastra é para ser utilizado antes de qualquer intevenção em um terreno, antes de a casa começar a ser estruturada, antes de o arquiteto começar seu planejamento. Para alcançar essa graça, é preciso trabalhar com 5 elementos, ou Maha Pacha Bhoota:
 

  • Akasha – espaço ou vácuo. Oferece abrigo para todos os outros elementos. É o condutor primário de todas as fontes de energia- físicas, sociais e emocionais
  • Vayu – ar, suporte da vida
  • Agni – luz e calor, dia e noite, estações, energia, paixão, entusiasmo, vigor
  • Jala – água ou líquidos, chuva, rio, mar, vapor, nuvem. Faz parte de todas as plantas e animais.
  • Bhumi – terra, o terceiro planeta na ordem do sol, uma grande imã com pólos norte e sul, campo gravitacional que exerce força sobre tudo na terra, seres animados e inanimados.  

Existe uma relação invisível e constante entre todos os cinco elementos, para sempre podermos melhorar as condições de projetar nossos edifícios através da compreensão da sua efetividade, equilibrados com pessoas e com o mundo material. Unidos e utilizados corretamente, eles podem oferecer uma vida mais agrádavel e, consequentemente bem-estar espiritual, saúde, prosperidade, riqueza e felicidade.
 
Esse post foi a introdução à essa cultura milenar que novamente invade as ideias dos arquitetos e decoradores. Na próxima semana você vai entender como aplicar o Vastu Shastra na sua futura construção.

Anúncios
Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s