Cultura

A verdadeira história do Papai Noel

A lenda é mutável, em cada localidade ela se apresenta de uma maneira diferente, mantendo a mesma base. Nos EUA conta-se que Santa Claus mora no Polo Norte, já na versão britânica, sua residência é na Lapônia. Ele vive com a Mamãe Noel, elfos mágicos (será que são como o Dobby do Harry Potter?) e renas voadoras, que trabalham o ano todo sem descanso. A lenda conta que Papai Noel faz uma lista de crianças ao redor do mundo, classificando-as de acordo com seu comportamento e depois entrega presentes e doces àquelas que se comportaram bem durante o ano, e carvão àqueles que foram malcriados.

Lendas urbanas, pra movimentar o comércio e vender muito no final do ano? Quase isso.

O Papai Noel existiu de verdade e se chamava Nicolau Taumaturgo. Ele foi um arcebispo nascido no ano 280 na cidade de Lícia, antiga Ásia Menor, atual Turquia, que ajudava pessoas pobre na cidade de Mira, onde era bispo da igreja local, colocando moedas de ouro nas chaminés de suas casas. Além disso, quando seus pais morreram, Nicolau distribui sua herança entre os mais pobres, o que o fez ficar conhecido na região.Ele abriu a porta de sua casa a todos e tornou-se o verdadeiro pai dos órfãos e pobres, defensor dos oprimidos e benfeitor de todos. Era humilde, pacífico, se vestia o mais simplesmente possível e comia só o estritamente necessário.

Uma história diz que um nobre com 3 herdeiras entrou estava falido e não tinha como pagar o dote de suas filhas para um bom casamento, e o generoso Nicolau jogou sacos de ouro no seu quintal para ajudá-lo em seu desespero, mas fez o nobre jurar que não revelaria o nome do benfeitor até sua morte, no mês de dezembro, e assim surgiu a tradição de distribuir presentes anonimamente nessa época do ano. 


Diversos milagres acabaram sendo atribuídos a Nicolau depois do seu falecimento e então, de arcebispo ele virou santo, o São Nicolau.

A origem da ligação de São Nicolau com a imagem do Papai Noel que conhecemos vem da Alemanha, onde, antigamente, o bom velhinho já era retratado como um homem gordinho, alegre e com longas barbas brancas, trajando casaco vermelho com gola e punhos brancos, calças vermelhas de bainha branca e cinto e botas de couro pretos. Sinto informá-los, mas isso não é criação da Coca-Cola, eles só reforçaram a imagem na mídia e a relação logo se fortaleceu.

 Na verdade nem importa muito. Nós só queremos que Papai Noel traga muita paz, amor e saúde para nossas vidas todos os dias. Ou devemos pedir isso para São Nicolau?

Anúncios
Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s