Decoração, Inspiração

Pretinho (nada) básico

Você tem medo do preto? Medo de ousar? De causar? De revolucionar?
Essas pessoas perderam qualquer resquício de insegurança e investiram na cor mais democrática de todas para as fachadas de suas casas. Pra dizer o mínimo, ficaram elegantes, discretas e super modernas.

Ridge Road Residence

Cria do Studio Four, essa casa em Melbourne, Austrália, tem várias alturas de piso e cobertura por causa do desnível do terreno, o que a deixa ainda mais charmosa. Outra questão de estilo é o uso de formas e materiais simples e discretos na casa para destacar a paisagem do entorno, que tem até um campo de golfe, com grama verdinha, perfeita para constrastar com a casa, que tem até película escura nas janelas para quem olha de fora.

  (Foto: Shannon McGrath)

 

Maison D
Emmanuelle Weiss é uma arquiteta francesa que escolheu o acabamento de tijolos escuros na obra de extensão que realizou em Lille. A casa original, que apresenta tijolos vermelhos, permaneceu quase intocada, mas duas alas entre os blocos unem os dois estilos tão diferentes, já que a nova casa, escura, não teria obrigatoriamente que seguir a primeira. 

  (Foto: Julien Lanoo)

 

20th Street Residence
O desafio dos arquitetos da SFOSL foi ampliar essa casa sem alterar a construção original. A legislação local não permitia mudanças na fachada, então a solução foi crescer verticalmente, de forma que o novo volume passasse praticamente despercebido quando visto da rua, já que o recuo entre as duas construções é grande. E o destaque do preto fica por conta dos branquinhos e cremes que permeiam a vizinhança.

  (Foto: divulgação)

Tutukaka House, do Crosson Clarke Carnachan Architects
Além de linda, essa casa de veraneio na Nova Zelândia, projetada pela Crosson Clarke Carnachan Architects é genial. Painéis de madeira de dobram, inclinam e deslizam para a luz entrar e fazem o inverso para lacrar a casa para mais segurança. Sua estrutura e acabamento são de madeira e todos os quartos, localizados na parte de trás, tem vista para o mar. A cozinha e o estar são voltados para a frente, com uma churrasqueira descoberta, que também exibe painéis dobráveis.

  (Foto: Simon Devitt)

Hansha Reflection House
Com um conceito super inovador, essa casa, localizada em frente a um grande lago de Tóquio, é feita para reflexão. A parte do andar de cima revestida com metal escuro reflexivo se projeta para frente numa representação do olho de Narciso (que vê seu reflexo no lago), no centro há uma grande janela simbolizando a íris, de onde os moradores admiram a paisagem externa, e todo o interior da morada também foi criado para incentivar a reflexão. Obra de um inspirado Studio SKLIM.

  (Foto: Jeremy San / Studio SKLIM)

 360 House
A residência em Madri, criada pelo escritório Subarquitectura, tem o formato de um looping horizontal, justficado pela paisagem linda das montanhas que cercam a casa e pelo desnível do terreno. “Nesta forma cíclica, a rotina se desfaz, dando ao dia a dia vários momentos de surpresa”, explica um dos arquitetos. Há mais de uma maneira de chegar em qualquer ponto da casa, não só um caminho.

  (Foto: David Frutos)

Black Slit House
Preta por inteira, vidros e paredes, internas e externas. Duas casas completas foram unificadas neste lote, separadas apenas por uma laje, e o interessante é que tanto no andar de cima quanto no de baixo os padrões se repetem: há quartos, salas, cozinha e banheiro.Projeto do Three.Ball.Casacade.

  (Foto: divulgação)
Anúncios
Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s